quinta-feira, 27 de setembro de 2012

UESB celebra 30 anos de Zootecnia


O curso de Zootecnia da UESB está comemorando 30 anos, e para celebrar este momento a universidade dará início, no próximo dia 11, a uma programação que envolve a realização de palestras e cursos direcionados aos profissionais e estudantes dessa área. O evento será realizado no campus de Itapetinga, no Auditório Juvino Oliveira, nos dias 11, 12 e 13 de setembro, a partir das 8 horas.

O evento terá a participação de palestrantes, como o empresário do ramo de carneiros e zootecnista, Andersom Luiz Rocha da Silva, o doutor da Universidade Nove de julho/São Paulo, Nicolas de Albuquerque, da professora da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FTC), Viviane Figueiredo, e do mestre pela UESB em Zootecnia, Murilo Melo Cardoso. Os temas abordados tratarão sobre “Aspectos históricos e religiosos, considerações éticas, legais e emocionais da experimentação animal”, “Potencial aquícola dos peixes nativos da Amazônia”, ”Importância da mineralização no aspecto produtivo                    Tortuga”, “Impactos ambientais na Zootecnia”, “– Doenças das abelhas”, “Projeto Sofrê-Agricultura Familiar e o seu impacto sócio-econômico” e “Terminação de bovinos em sistema de integração lavoura-pecuária: Abordagem técnica e gerencial”.

A abertura do evento será com o presidente da Associação Brasileira de Zootecnia (ABZ), doutor Walter Mota, que fará a conferência “Zootecnia – Ciência e Força”. Durante o evento será realizada a mostra fotográfica “30 Anos de Zootecnia”, Encontro de zootecnistas egressos da instituição e minicursos.


Os interessados podem realizar inscrição por meio do blog  http://www.universidadeemmovimento.blogspot.com.br/p/inscricoes-do-iisimposio-baiano-de.html, mediante pagamento de uma pequena taxa de inscrição estudantes - R$ 25,00
profissionais – R$ 50,00 . Mais informações podem ser obtidas na Coordenação de Extensão, telefone (77) 3261-8674, e no e-mail simbazooitapetinga@gmail.com


PROGRAMAÇÃO

Dia 11.10.2012

Credenciamento – 8:00 às 15:20 horas
Visita ao campus – 16:20 horas
Abertura -19:00 horas
                 Auditório UESB
                 20:00 horas
                 Palestra 1 - Dr. Walter Mota – Presidente ABZ
                 Zootecnia – Ciência e Força 
Coquetel – 21:30 horas

Dia 12.10.2012

Cursos – 8:00 às 12:00 horas
Palestra 2 – Potencial aquícola dos peixes nativos da amazônia
                Marcelo Coelho – Zootecnista (Presence Nutrição Animal)
                14:00 às 15:00 horas

Palestra 3 – Importância da mineralização no aspecto produtivo
                    Tortuga
                    16:35 às 17:35 horas

Palestra 4 – Impactos ambientais na Zootecnia
                   Washington Maciel – Zootecnista ( Mestrado em Meio Ambiente/UESB)

Exposição de fotos (30 anos de Zootecnia) às 19:00:00 horas
                    Auditório UESB

Forrotecnia – 21:00 horas

Dia 13.10.2012

Cursos – 8:00 às 12:00 horas

Palestra 5 – Doenças das abelhas
                   Prof. Dr. Guido Laércio Bragança Castagnino - UFBA      
                    14:00 ás 15:00 horas

Palestra 6 – 15: 20 às 16:20 Projeto Sofrê-Agricultura
Familiar e o seu  impacto sócio-econômico
                    Dulciane Barreto - Zootecnista


Palestra 7 -   16:35 às 17:35 Terminação  de bovinos em
sistema de integração lavoura-pecuária: Abordagem
técnica e gerencial – Prof. MSc. Péricles Batista (IF BAIANO Senhor do Bonfim)
=> Veja a matéria completa aqui! <= 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Vestibular da UESB: Inscrições abertas


video

Estarão abertas até o próximo dia 7 de outubro, as inscrições para
o vestibular da UESB 2013. O candidato poderá optar por concrrer a
uma das 1219 vagas (755 para o 1º período e 464 para o 2º período
letivo), distribuídas entre os 45 cursos de graduação dos campi de
Vitória da Conquista, Itapetinga e Jequié.

AS inscrições podem ser realizadas pelo site www.uesb.br/vestibular .
Os interessados podem acessar o Edital 166/12 para obterem
maiores esclarecimentos sobre a localização do curso pretendido e a
quantidade de vagas disponíveis.

Mais informações podem ser obtidas na Copeve, pelos telefones: (77)
3424-8757, em Conquista;(77) 3261-8604, em Itapetinga; e (73)
3526-9695.

XVII Proler de Itapetinga Cultura, teatro, leitura e arte


Quatro dias disseminando o prazer pela leitura, utilizando as mais diversas formas. É assim o XVII Encontro Regional de Leitura do Proler, que reúne até sexta-feira, 21, espetáculos teatrais, oficinas, mesas redondas, concurso e arrastão literário em incentivo à leitura na região.



Na abertura do evento, a atriz e escritora Elisa Lucinda apresentou o espetáculo solo “Parem de falar mal da rotina”, que aborda as histórias vividas por Lucinda como observadora do cotidiano, desmistificando antigas opiniões e questionando o conceito de rotina. “Eu faço questão de andar o Brasil fazendo este trabalho que é o de abrir uma nova janela diante da mesma vida, sair daqui mexido por dentro, a fim de olhar a vida de outra maneira, como autor dela”, comentou a atriz. “O ‘Parem de falar mal da rotina’ é essa descoberta de que a vida não se repete”, concluiu.

Também como parte da programação do evento acontece até amanhã, 21, oficinas diversificadas que abordam temáticas de inclusão, memória, incentivo à leitura, cinema e teatro. Para a professora Sandra Campanha, que conduz a oficina “Se liga nas LIBRAS”, sua proposta é disseminar a Língua Brasileira de Sinais, “fazendo com que o aluno compreenda um pouco sobre a cultura e a identidade surda. Nada mais apropriado que falar de como o professor e o cidadão comum podem exercer a sua cidadania para com aquela pessoa que tem uma condição ou utiliza de uma língua diferente da nossa”.

Nesta edição, o Proler trouxe pela primeira vez o Concurso Literário Nadja Nunes, cujo nome homenageia a diretora da Editora da Universidade do Estado da Bahia (Eduneb), pelo seu compromisso na formação de leitores e no incentivo a novos autores. “É com muita emoção que eu recebo esta homenagem, de fato é muito difícil no nosso meio ter um prêmio de uma área que trabalha com emoção, criatividade”, destacou Nunes. “Eu fico me sentindo especial, sobretudo aqui nesta Universidade, já que nem sou professora da Instituição, mas adotei a Uesb há mais de 17 anos, anualmente colaborando com o Proler, junto com sua coordenadora Helena Ribeiro, que é uma batalhadora dessa formação leitora na região”, completou.

Nesta quinta-feira, 20, o Proler recebeu a visita de crianças de escolas públicas e municipais que foram assistir o musical “Lustrosa, a cantora misteriosa”, encenado pelo Grupo de Teatro do Livro Aberto, do Rio de Janeiro. O espetáculo será apresentado também na sexta-feira, 21, às 19 horas, no auditório da Uesb. Também amanhã o Proler vai às ruas durante a tarde, realizando o primeiro arrastão literário em Itapetinga, incluindo toda a cidade no contexto da leitura.







Proler realiza mesa Encantando Novos Leitores

“Como encantar novos leitores”, esse foi o tema da mesa-redonda realizada nesta quarta-feira, 19, durante o segundo dia do XVII Encontro de Leitura do Proler, no campus da UESB de Itapetinga. A mesa contou com a participação dos escritores Silvio Roberto, Anna Cláudia Ramos, Augusto Pessoa, Kátia Mota e Nadja Nunes.
De uma forma descontraída, os convidados contaram histórias e relataram testemunhos para a platéia de como se encantou pela leitura, considerando o encantamento de si mesmo a melhor maneira para encantar novos leitores.  A escritora Nadja Nunes destacou a importância de programas de incentivo a formação de novos leitores como o Proler, “acredito muito nesses movimentos que mobilizam as pessoas a contribuírem para a formação de leitores que sejam capazes de ler o mundo, em todos os espaços sociais, e o Proler possibilita isso há dezessete anos”.
Durante a realização do evento estará instalado no campus o Expresso Leiturinha, projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação, aberto a visitação de crianças e adolescentes interessados em descobrir o prazer que a leitura proporciona. A programação continua até esta sexta-feira, 21, com a realização de oficinas.







segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Seminário discute EJA e Cidadania em Itapetinga


Uma homenagem feita pelos alunos do quinto semestre do curso de Pedagogia a professora Ângela Porto, em demonstração aos valores aprendidos sobre a atuação do pedagogo e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), deu início ao Seminário “O Resgate da Cidadania” na noite desta quarta-feira, 22, no campus da UESB de Itapetinga.
Cerca de trezentas pessoas, entre discentes e egressos dos cursos de licenciatura da universidade, alunos e professores das escolas do município prestigiaram o evento.


O professor Elson Lemos realizou a palestra “EJA resgatando a cidadania”, na qual fez um histórico sobre as políticas de incentivo ao EJA, e se descalçou para lembrar a platéia movimentos sociais em prol da educação, como o “De pé no chão também se aprende

a ler”, em 1961, no Rio Grande do Norte. Para Lemos, “seminários como este trazem a consciência a sociedade sobre esta temática que precisa ser debatida, em como articular essa educação no contexto político local, a fim de organizar melhor essas políticas para atender a este público específico”.


A professora da disciplina EJA e orientadora do seminário realizado pelos discentes do quinto semestre, Ângela Porto, relatou sua experiência como ex-aluna da EJA: “voltei a estudar com 30 anos de idade, e eu não parei no ensino médio, mas no início do ensino

fundamental, e em dez anos consegui chegar à universidade e ser docente. Por isso, é importante para mim que estes alunos e futuros docentes vejam o papel deles na sociedade enquanto educadores de jovens e adultos, sabendo que qualquer ato de despreparo pode
destruir sonhos, e se hoje estou aqui é porque os meus professores não destruíram os meus sonhos”.


DSC00424.JPGDe acordo com a discente do curso de licenciatura em Biologia Viviane Natalliee da Silva Menezes, “foi de grande valia o seminário, não só pelo aprendizado, mas pela oportunidade de assistir o desempenho destes alunos em sala de aula, de ver como é importante para eles aprenderem”. A discente do curso de Pedagogia Neide Pereira da Silva, VI semestre curso de Pedagogia, falou sobre a experiência com a disciplina: “é fascinante ver essa demonstração de como é possível aprender e como é possível crescer na educação por meio da EJA”.